Festival-PowLíticocor2.jpg

RUBI OU VESTÍGIOS DE FULIGEM NA CARNE E NO OSSO

ESPETÁCULO

com Coletivo Nos Trilho e Caio Prata

O espetáculo é um derreter do tempo. Movimento de parada, chave de fenda que emperra a engrenagem. É o frenar não programado da locomotiva. É um registro dos desdobramentos históricos que nos colocaram em um estado de constante deslocamento, quase que frenético. Três criaturas-coisa que atravessam os trilhos do trem, se encontram com memórias e sensações provindas dos cochichos nos vagões. Enquanto as coisas se deparam com essas fantasmagorias do afeto, convidam o público a debater o que nos afeta neste espaço flutuante. Rubi é o vão entre o navio e a plataforma, que só é possível de atravessar se for feito em bando.

Quando? 

Dia 24 de julho às 15:00